logo_03.png

A importância dos Avós


Nos tempos em que vivemos, um casal que tenha filhos, que ambos os pais exerçam actividade profissional fora de casa e com as dificuldades económicas com que nos deparamos, recorrer aos avós para ficar com os netos é uma solução cada vez mais procurada pelos pais de hoje. A importância dos avós não deve ser descurada, não só pela ajuda que fornecem, mas também pela transmissão transgeracional da sua história, dos seus valores e da educação que deram aos filhos, que acaba por influenciar o crescimento e educação dos netos e das gerações seguintes.


Aqui fica um excerto do livro “a razão dos avós” de Daniel Sampaio, que aborda este tema.

“Em regra, os pais planeiam com cuidado a ocasião para ter filhos, decisão que hoje adiam cada vez mais. Em muitos casais, os trinta anos são a idade preferida para ter o primeiro filho e alguns consideram natural que eles nasçam até aos quarenta. Os avós, pelo seu lado, vivem a possibilidade de ter um neto de uma forma imaginária: não têm, neste e em muitos outros aspectos, capacidade para decidir, por isso guardam com maior ou menor serenidade a oferta de um neto que os filhos lhe poderão proporcionar. Pode ser uma expectativa silenciosa, ou um desejo confidenciado de forma mais ou menos aberta. Para alguns, de boa saúde e activos profissionalmente, às vezes com funções de chefia de acordo com os seus cinquenta anos, é uma ideia ténue, que surge em sonhos ou é apenas aflorada em conversas com amigos: nesses casos, é uma possibilidade que se deseja, mas que não se quer apressar.

O anúncio de que se vai ser avô introduz um novo ciclo familiar. Começa por ser antecipado, porque quase todos temos, em maior ou menor grau, um certo desejo de que a família não acabe. “

(…)


Carolina Teves.


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo